Todas as coleções
Integrações
Como integrar plataformas através de webhook
Como integrar a Clint com outras plataformas via webhook
Como integrar a Clint com outras plataformas via webhook

Descubra o que é e como realizá-las com facilidade.

Atualizado há mais de uma semana

Fala, parceiro(a)! Antes de iniciarmos nossa missão de integrar via Webhook, vamos reforçar alguns pontos importantes. Segue aí!

Afinal, o que é Webhook?

Os Webhooks são como mensageiros que permitem que a Clint se comunique com outras ferramentas de maneira inteligente. É como se a Clint pudesse pegar informações de outras ferramentas e também enviar informações para elas. Isso é muito útil porque permite que a Clint saiba de coisas importantes que aconteceram em outras ferramentas e também conte a essas ferramentas sobre coisas que aconteceram nela.

Imagine que você tem uma caixa mágica que pega informações de um lugar e as coloca em outra caixa mágica. Isso é mais ou menos o que os Webhooks fazem, mas de forma digital e automática.

Agora, quando se fala em "mudança de status" ou "etapa", pense nisso como marcos que acontecem na jornada de um cliente com a empresa dentro da clint. Por exemplo, quando um cliente faz uma compra, isso pode ser um marco. Quando ele entra num grupo de whatsapp, outro marco. A Clint pode saber quando esses marcos acontecem e até contar para outras ferramentas.

Como integrar outras ferramentas com a Clint através de webhook

Antes de mais nada é importante lembrar que a Clint pode receber ou enviar Webhook, ou seja, podemos receber os dados preexistentes em outras ferramentas para criar novos contatos e atualizar negócios aqui na Clint.

Como também podemos a partir de algum evento pré definido, como mudança de status ou etapa, enviar informações para outras ferramentas.

Desta forma, é primordial que façamos o mapeamento dos campos dentro da ferramenta em questão antes de realizar a integração com a Clint.

  • Após fazer login na Clint, na tela inicial clique em "Mais":

  • Clique na aba "Integrações":

  • Clique em "Webhook":

Na tela exibida abaixo temos algumas opções de ferramentas nativas com a Clint, ou seja, nós já temos a ponte construída para receber essas informações.

Caso não seja nenhuma destas opções nativas, você deverá selecionar a opção de integração "Webhook", onde iremos construir a ponte com a ferramenta em questão.

  • Escolha se você quer receber ou enviar informações via webhook:

Receber webhook

  • Após selecionar o "Receber webhook" podemos definir se queremos criar/atualizar contatos ou negócios.

  • Importante destacar aqui que temos algumas possibilidades:

    • Criar negócio: Toda vez que recebermos um webhook, independente se existe ou não um negócio com o mesmo contato (Email e/ou Telefone) já criado na origem, será criado um novo negócio.

    • Atualizar negócio: Toda vez que recebermos um webhook e que exista um negócio com o mesmo contato (Email e/ou Telefone) já criado na origem, será criado um novo negócio.

    • Criar ou atualizar negócio: Toda vez que recebermos um webhook e não existir um negócio com o contato já criado na origem ele será criado. Caso já tenha um negócio com o mesmo contato (Email e/ou Telefone) será atualizado o negócio.

  • Após criação da integração vamos ter a URL para conectar com outras plataformas

  • Em configurações adicionais, no último passo, selecione uma tag para incluir nos negócios que chegarem através dessa integração. Aqui você também pode definir em qual etapa e status os negócios serão atribuídos

Enviar webhook

  • Após selecionar o "Enviar webhook" podemos definir se queremos criar/atualizar contatos ou negócios.

  • O negócio for criado

  • Entrar em uma etapa

  • Mudar de etapa

  • Mudar de status

  • Definido o gatilho de envio do webhook, agora vamos escolher um nome pra nossa integração e adicionar o link que fará a ligação entre as ferramentas.

Nessa etapa também precisamos definir se o envio será via GET ou POST

GET: Quando um webhook é acionado usando o método GET, os dados são enviados como parâmetros na URL. Esses parâmetros são visíveis na barra de endereço do navegador e podem ser armazenados em caches ou logs do servidor. Como resultado, é recomendado que os dados confidenciais não sejam enviados via GET.

POST: Já com o método POST, os dados são enviados no corpo da requisição HTTP, o que significa que eles não são visíveis na barra de endereço do navegador e não são armazenados em caches ou logs do servidor. O método POST é mais seguro para o envio de dados confidenciais.

  • Clique em Continuar

  • No mapeamento vamos definir quais informações queremos enviar. Alguns campos serão apresentados e você pode editar o identificador do campo e excluir os campos que não deseja enviar. Finalize clicando em Salvar.

Alguns exemplos que campos que você pode usar pra enviar as informações da Clint:

Você vai encontrar esse campos no grupo Configurações de negócio na hora de selecionar as informações que deseja enviar

Obs.: Para integrações entre origens na Clint, o status do negócio sempre chegará com o status Aberto

Após realizar as integrações vocês poderão editar no painel de integrações:

Saiba também

Respondeu à sua pergunta?